Páginas

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Amor de vida inteira

Me rendo.
Como resistir 
a um amor que
já entrou várias vezes
pela mesma porta?
E ama, e vai.
Mas volta. 
Calma, amigo,
não é qualquer amor.
É amor de vida inteira
que se encaixa 
docemente no meu sorriso,
no meu olhar
no meu coração.
E o nosso abraço se faz paz
aconchego,
e tudo mais.
E eu penso: 
Como resistir a ti?