Páginas

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Eu quando poesia


Trouxe aqui alguns versos
que passeiam dentro de mim,
me arrepiando, me desmontando, 
tirando meu ar, as vezes sim....

A cada instante de poesia
meus olhos se abrem em amor,
e o que antes era ironia
hoje desabrocha como a mais linda flor.

Posso escrever mil vezes
repito até a exaustão
que o amor que está em cada letra
vem de dentro da alma, além do coração.

Escrever traz para mim
um gosto preguiçosamente puro
um gosto esparramado pelo corpo
que chega, gosta e fica, seguro.