Páginas

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Elas me fazem tão bem....


 

As palavras me aceitam como sou
Elas não precisam de nenhuma explicação
Não cobram estratégias,
Nem ações.
Sabem que basto a elas e elas a mim.

Sou tão cheia delas que me inundo e
transbordo...
e saem assim:
frescas, livres...

E de tão fáceis que são,
te envolvo, "prendo" e te mantenho aqui
por vontade própria, é claro.
Pois tens um apetite fora do comum por mim

Minhas palavras fazem todo sentido
quando digo do amor
da paixão, do gosto descomedido
que por ti  tenho.

Faz-me, então, feliz
e dá-me mais inspiração
e as palavras que sairão de mim
serão lindas.