Páginas

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Um passado

Lembra daquela música que ouvíamos juntos?
Lembra de como andávamos de mãos dadas na rua?
Lembra da  bagunça que eu fazia em teu cabelo?
Com certeza lembra...
Você lembra que sua mão tremia próxima a minha?
E que seu coração batia mais rápido quando estávamos juntos?
Eu fiz muitas coisas depois daqueles tempos...
Você não deve pensar nisso agora. Ora, quanto tempo se passou?Há algum tempo nem tenho contado mais...assim parece que passou mais tempo do que passou e a situação parece está sob controle.
Ela está.
Hoje eu tenho certeza disso.Até porque as pessoas que conheci depois de você me fizeram mudar, eu me permiti isso. E gosto.
Hoje eu sei que essas lembranças, as de quando éramos 'nós',  não vão embora tão cedo. É. Eu sei. Mas agora não quero que elas se vão não, elas fazem parte de uma história que me fez mal, mas bem também...E isso me fez crescer, e me fez mais forte.
Então...
Lembranças, fiquem quanto tempo quiserem!
Mas quando quiserem ir, as deixarei, sem dó...Pois o que tinha de ser, foi.

8 comentários:

  1. Eu nunca vou entender porque o amor tem que doer e machucar tanto, um sentimento que era pra ser tão simples. Eu sei, senti e ainda sinto tudo o que escreveu em seu texto, também me conformei, mas ás vezes não me conformo o porque da demora, porque essas lembranças não vão embora logo, uma vez que, ele com certeza nem lembra mais!
    È uma pena que o amor seja tão dificil de entender, de viver, de esquecer ...
    bjs:*

    ResponderExcluir
  2. Desprender-se é essencial. Nem sempre é necessário afastar, mas apenas deixar ir.

    Beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  3. Lembrar dá uma saudade sem fim. Felizes os que esquecem logo os sofrimentos que o amor traz...

    Teamo.
    beijoo enormezão!!!

    ResponderExcluir
  4. Aiiin Vanessa, que lindo esse teu texto. Só que no meu caso a maioria das lembranças foram ruins, então eu prefiro que elas nem voltem. :S

    Beijos flôr, bom início de semana. ;*

    ResponderExcluir
  5. Realmente, querida Vanessa, não adianta remar contra a maré, ou melhor, lutar contra o tempo, pois precisa-se de um tempo para que as coisas passem ou fiquem... O tempo é um aliado e embora parece ser as vezes o carasco percebemos mais adiante que tudo o que realmente tinha que ser - tudo o que valia a pena - foi.

    bjs
    Camila Márcia
    @camila_marcia
    http://delivroemlivro.blogspot.com/
    http://devaneiosfugazes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Palavras ótimas que você usou! Gostei muito do teu blog, entrei aqui atraves de outro blog e gostei de conhecer seu cantinho. Já estou seguindo e te convidando a conhecer o meu também, e se gostar, seguir :)

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  7. Olá Vanessa, tudo bem?

    Estou visitando alguns blog e encontrei o seu.
    Esse texto é muito lindo e fez-me lembrar uma música do Chico Buarque, Olhos nos olhos: "Quantos homens me amaram bem mais e melhor que você".
    Aiai... essas coisas do coração. Como entendê-las?

    Adorei aqui e já estou seguindo.

    Beijocas carinhosas da...
    Fe

    ResponderExcluir