Páginas

domingo, 25 de dezembro de 2011

Uma ou duas páginas só.

Eu conheci outras pessoas.
Eu amei conhecê-las, sabe?
Você foi se perdendo na minha memória,
e isso me fez bem.
O que você foi pra mim?
Eu me pergunto hoje.
E me respondo amanhã:
que você foi uma história de uma ou duas páginas só.
porque nas outras páginas,
escrevi histórias mais bonitas, mais vivas.
e você não está nelas.
você só está nas páginas mofadas que não leio mais.
e que faço questão de não olhá-las....
As últimas pessoas que entraram na minha vida,
agora fazem mais diferença que você.
Não pense que estas palavras são por querer que esteja ao meu lado, não.
isso seria gostar de me machucar
e essa fase de lembrar/chorar/lembrar já passou.
Meu coração está aberto....
Mas ele tem um sistema de segurança.
Ele virou imune à você.

6 comentários:

  1. Quando a gente vê, aquela pessoa nem era tão importante assim. Ela não quis ser realmente importante. Ela não merecia ser. Ainda bem que somos crianças e a gente vai aprendendo, outras pessoas mais especiais ainda escreverão muitas páginas.

    Teamo.
    Beijoo'o

    ResponderExcluir
  2. Lembrei de mim nesse poema.

    Uns beijos bem grandes.

    ResponderExcluir
  3. Ouwwn Vanessa, que texto lindo de ser lido. Que bom que você conseguiu superar, com certeza você deve estar agora bem melhor consigo mesma, eu já passei por isso sei como é.

    Beijãaao queriida. ;*

    ResponderExcluir
  4. Feliz ano novo!
    Que Deus te abençoeee
    Beijosmil ;*

    Abraços
    http://o-que-ninguem-ve.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Com o tempo vamos aprendendo a aguentar a dor, até que ela deixa de existir por completo. Achei lindo!

    ResponderExcluir