Páginas

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

A ladra de laços (Parte III)



Liz ficou com medo do que ele diria. Então desconversou:
-Você sabe o que sobre mim?    – Liz deu de ombros.
-Sei que você se decepcionou muito com alguém...  – Tom falava, escolhendo muito as palavras para não a assustar mais que já estava.
-Por que você diz isso?   - Liz não entendia por que Tom falava aquilo se haviam conversado apenas uma vez e não havia contado nada disso para ele.
-Eu sinto isso quando vejo você.
(silêncio)
Liz sentia que podia confiar nele, sem saber porque.
-Eu te conto. –Mas não contou sobre seu pecado, com medo de Tom se afastar dela.
E contou sua história para Tom que ficou inda mais atraído por ela.
Por causa da dor que Liz trazia no peito, Tom teve mais certeza de que deveria aliviá-la da dor. Então contou a ela sobre ele.
-Você faria isso por mim? – Perguntou ela, sem saber o que pensar direito.
-Eu não contei tudo. - Disse um pouco triste. – Quando roubo o coração machucado de alguém, essa pessoa não pode amar novamente...
Liz ficou perturbada com a revelação. Não conseguia entender como ele poderia fazer aquilo, nem como ficaria se ele amenizasse a sua dor, já que não amaria mais ninguém.
Apesar do que sofrera, ainda queria amar e ser amada, então não sabia como reagir  à proposta de Tom.
Foi aí que resolveu contar para ele o seu pecado também:
-Preciso contar-lhe algo. – Disse com a voz meio rouca.
-Sou uma ladra. Roubo os laços de vidas das pessoas. Faço com que elas não possam ter envolvimento nenhum com outras pessoas. As deixo secas de sentimentos para  não se relacionarem mais com ninguém e sofrerem como eu sofri.
Tom ouvia aquelas palavras sem compreender direito o que significavam. Sabia que ela era diferente mas não entendia como ela podia fazer aquilo. Continuou a ouvir:
-Mas quando conheci você, não consegui mais me concentrar em nada, sentia uma atração forte vindo de você e algo me dizia que não poderia fazer isso com você.
-Por que comigo não? –Teve receio ao perguntar.
-Porque você era diferente. Você me embaraçava, tirava a minha paz. E quis você pra mim pra sempre. Mas eu pensei: e se ele não me quiser, não seria justo eu fazer sua vida ficar triste e sem amor.... e me afastei de você.
-Eu percebi, não te encontrava mais no parque... sempre te procurava mas você não estava lá....- Disse Tom com a voz baixa.
-Eu não queria aumentar o que eu sentia por você....
-Por que?
Liz falou mais alto:
-Porque você poderia não querer ficar comigo, e tive medo de ter certeza disso....
( silêncio)
-Eu senti tudo por você quando te conheci: alegria, dor, vontade de ter pra mim, medo de você não me querer...Poderíamos ter evitado tanta dor se tivéssemos tido coragem de contar um para o outro o que sentíamos...
-Mas eu sei o que fazer, -Disse Tom olhando para Liz com um brilho diferente nos olhos
-Nós não precisamos roubar um do outro...
-Como assim? – Perguntou Liz ansiando  uma solução para aquela história.
-Não roubo teu coração machucado...Tento, junto com você, fazê-lo feliz de novo, E ele ficará bom...E você não rouba meus laços, mas eu compartilho com você toda a minha vida....
Liz chorava agora, por perceber que o que ele falava era tudo o que ela queria...


Nota final:
Depois de conhecer o amor um do outro, Tom deixou de roubar o coração machucado das pessoas, dando-lhes a oportunidade de encontrar alguém para  fazer sarar o coração.
Liz deixou de roubar os laços de vidas das pessoas para que elas pudessem, como ela, encontrar alguém que as fizessem feliz....




5 comentários:

  1. E assim eles viveram a alma de toda a relação boa : o incentivo pra que o outro melhore, cresça, evolua.

    Bem legal essa dinâmica, Vanessa, gostei das metáforas, da construção toda.

    Parabéns!

    ;)

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo. Eu amei**

    Milbeijos
    teamo.

    ResponderExcluir
  3. Eu estava lendo os textos abaixo também, eu acho impressionante a forma como você fala das coisas, sempre muito doce e sempre muito otimista apesar de tudo ^^

    ResponderExcluir
  4. Não conseguiu ouvir lá no blog? Pus o player em cima da letra.

    Ando tão corrido! Vi que seu blog já está com vários textos que ainda não li. Preciso de um tempo, urgentemente!

    Beijos grandes.

    ResponderExcluir
  5. Que lindooooooooooooooooooooooooo adorei aqui!!!!
    parabéns!!
    Estou seguindo
    Espero que goste do meu também, te convido para conhecê-lo, retribui? ficarei mt feliz rs
    Beijos & Abraços

    nuvemdeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir