Páginas

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Sabe o amor?

Venha, não se intimide. Entre, nem precisa bater, sei que é você. Estou sentada onde sempre estive à sua espera. Ainda está aí fora? Venha, sinta-se em casa, ela sempre esteve arrumada para a sua chegada. Cheque perto de mim, deixe-me sentir sua respiração, seus sussurros, faça-me sorrir do seu jeito bobo de me olhar, de me querer e de querer me entender. Você não me fará bem sem retorno; te farei sorrir também e te farei bem e feliz. Te deixarei escolher a caneca para tomar café, a cor da tinta para o quarto e te beijarei na orelha toda manhã ao acordar.
Então, não fique aí parado. Entre no meu coração e na minha vida, por que sabe o amor?...

 
Ele poderá fazer bem para nós dois.


3 comentários:

  1. Que singelas palavras! E essa nossa espera de que o amor entre no nosso coração porque ele sempre é bom.

    Beijos
    Bom Dia!
    Camila Márcia
    http://delivroemlivro.blogspot.com/
    http://devaneiosfugazes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Isso mesmo, o bom é estar assim, disposta e disponível. Desse jeito o amor acontece.

    ;)

    Um beijo, Vanessa.

    ResponderExcluir
  3. Ow post mais lindo^^ Quer dizer, gosto de tudo que tu escreve!! E fala!

    Pega o último selo lá no blog!
    Teamo.
    Beijoo'o

    ResponderExcluir